O Canadá me Quer

"...A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim." Isaías 6:8

Sorry about that! sábado, agosto 08, 2009


Faz um tempo que escrevi que um dia falaria dos "malas" dos meus vizinhos, esse dia
chegou, e peço a Deus pra que não vire uma serie.

Bem começando do inicio, moramos num basement, amo minha casinha. Tem barulho vindo de cima? Sim, mas nada que chegue mesmo a incomodar, mesmo porque os vizinho de cima, e também proprietarios, são Iranianos, e os iranianos amam tapetes, logo a casa e toda cheia de tapete e carpete, o que diminui muito o barulho.

Você deve estar se perguntando de quem eu estou reclamando, dos meus vizinhos de basement. Aqui são dois basements, as portas de saída da frente ficam uma ao lado da outra, e existe uma outra porta no fundo para a lavanderia que dividimos, apenas os 2 basements.

Quando mudamos pra cá os dois basements estavam vagos, era tudo Lindo, um certo dia chegamos em casa e um casal canadense (loiros e de olhos claros) muito simpáticos nos comprimentou na entrada de casa, e disseram vocês devem ser nossos vizinhos, nice to meet you, desculpe pela bagunça... (primeiro Sorry). Ok, afinal mudar realmente causa muita bagunça, todas as caixas e coisas na porta de entrada serão retiradas em 1, 2 dias no máx... Lá se foram pelo menos uns 15 dias de bagunça.

No segundo dia deles aqui o alarme de incêndio dispara lá pelas 23:30, abrimos a porta dos fundos, a proprietaria também, perguntou se era na nossa casa, dissemos que não, e de repente o alarme foi desligado. No outro dia de novo, simplesmente o casal tava fumando dentro de casa. Uma certa tarde, o alarme dispara e não é desligado, desligamos o nosso aqui, mas de tempos em tempos ele disparava de novo, o proprietario estava regando o jardim, então ficamos esperando ele fazer alguma coisa, depois de uns 10 minutos de alarme na nossa cabeça, o proprietario chega e fala que tem fumaça saindo pela janela dos infelizes aqui do lado. O proprietario bate na porta e nada (como se alguém que não fez nada a respeito de um alarme absurdamente alto, vai abrir pra um toc, toc), resolveram abrir a porta (que sempre está destrancada) e la estava o "mala" roncando no chão enquanto a panela derretia em cima do fogão. (Sorry 2)

De repente eu não podia mais usar minha lavanderia, não havia escala de uso, e todo dia tinha roupa na maquina de secar. O que fazer? no Brasil beleza é fácil resolver, mas e aqui? O que as pessoas fazem nessa situação? Resolvi falar com a proprietaria, a resposta: Tira a roupa coloca em cima da maquina e usa. Não me sinto nada confortável mexendo na roupa alheia, mas tudo bem, vamos lá.

Problema resolvido? não. Agora eu encontro roupa na maquina de lavar e secar, eles colocavam a roupa e saíam, e eu ficava aqui sem o que fazer, a roupa ficou lá 3 dias, no quarto dia pela manhã, me enchi de coragem e quando percebi que a mulher estava fumando aqui na porta fui até lá e falei pra ela que precisava lavar roupa e que tinha roupa na maquina, a resposta: Tem roupa lá? Sorry about that (Sorry 3). Fui até a proprietaria e antes do Léo terminar de falar ele completou, a roupa agora ta na maquina de lavar né? vou fazer um tabela alternando os dias de uso da lavanderia.

Agora sim problema resolvido? não. Eles não respeitam a escala, acordam cedo e ligam a maquina me acordam com o barulho, e saem, simples assim. Lá vou eu tirar a roupa dos infelizes no meu dia. Um dia resolvi abrir a porta (no meu dia) e pegar ela no pulo, ela olha pra mim e fala, achei que hoje era domingo, to indo trabalhar Sorry 4, e lá se foi e deixou toda a roupa na maquina sendo lavada, já disse que era meu dia né?

Hoje as 2 da manhã, eles resolveram lavar roupas, sim 2 da manhã, falando alto... O Léo foi lá e perguntou se não dava pra fazer isso outro horário, o povo tava com a maior cara de chapados, de que só Deus sabe, o povo aqui usa muita droga. (Sorry 5)

Os proprietarios foram passear no Irã, já ha mais de um mês, temos que ter uma conversa seria quando eles voltarem. Ah! no contrato de aluguel não podemos fazer festa depois das 22:00, eles aproveitaram a ausência deles pra promover festinhas após as 22:00 e durante a semana. Estamos orando para Deus por um solução, talvez tenhamos até que mudar.

Já ia publicar e o vizinho, encontrou o Léo na entrada e... Sorry 6, ontem eu estava meio bebado....

7 comentários:

GH7 Comunicação disse...

Queridos Simone e Leo.

Vou me alongar. Tenham paciência. Vizinho em todo o lugar, em qualquer lugar do mundo, você tem cerca de 50% de chance de ter um bem bacana, outros 50% de ter alguem mala. No prédio onde moramos em Udia, era tudo muito tranquilo. Tinha apenas uma senhora síndica meio seca, mas que falava o essencial curto e grosso. Algumas regras ela impunha porque era dela mesmo e não regra do condomínio. Mas dava para levar numa boa. Agora... aqui em BH eu tenho um MALA no andar de baixo. Quando ele chegou há 3 anos, eu e Mírian fomos super-receptivos com eles. Nós fomos dar as boas-vindas, fomos simpáticos... Hoje já está em um ponto insuportável. Veja porque:

1.) Nós acordávamos a noite com o som do casal em momentos íntimos sonoros cinematográficos de baixa categoria. Mírian, a mulher biônica, ouve tudo mesmo, mas eu, que durmo como pedra, para acordar a noite...

2.) O cara não paga as contas do condomínio. Quando foi cobrado pelo síndico atual, chegou a dizer que eu embolsei um mês do pgto dele quando eu era ... inacreditável...

3.) A pancadaria entre o casal é homérica... Esses dias cheguei e tinha um carro da pm na porta de casa. Subi correndo e vi dois policiais na porta do cidadão e ouvi em voz de alguém totalmente bêbado: não seu guarda... eu não bato em mulher não... Eles literalmente QUEBRAM O AP!

4.) O cara é o maior manguaceiro e deixa latinhas em locais mais improváveis no prédio... no chão, em cima do extintor. Um dia desses só estávamos nós e eles no prédio durante uma semana e apareceu a latinha... eu os questionei e ele foi enfático... não, não sou eu.

5.) Um dia desses ele encostou no carro da Mírian e ele jurou que não foi ele. Eu argumentei mostrei os dados técnicos irrefutáveis e ele simplesmente não se ofereceu para arrumar. Eu falei prá ele: olha... eu pago isso aqui é irrisório mas eu quero que você tome cuidado. Ele me abraçou e disse: você é cara! Parceiro! Gente fina!!

6.) Eles tem um cachorro. Além dele latir até 2 horas da manhã qdo eles vão para balada, ele faz cocô nas áreas comuns do prédio. A Mírian chegou a ver a mulher dele limpar o xixi do cachorro com o tapete do prédio!!! Questionados, não é o cachorro deles (único no prédio)!

7.) Provavelmente ele comprou a habilitação. Ele é incapaz de colocar o carro dele dentro das 4 linhas dificultando o acesso de todas as outras 5 famílias de entrarem...

8.) A última foi na quarta-feira. Acordei às 3:10 da manhã com barulho de tv ligada no talo. Custei 10 minutos para ver que a Mírian não estava na cama e sim na sala porque não conseguia dormir com o barulho. Fomos novamente para cama. 40 minutos depois a tv não tinha sido desligada. Botei minha roupa bati na porta do cidadão e pedi para que ele baixasse o som da tv, porque era incompatível com o horário.

Existem muitas outras coisas que poderiam ser escritas, mas não haveria livros suficientes!!! A solução que encontramos é tolerar, eu disse tolerar, até que mudemos, o que temos pedido a Deus para que consigamos ainda este ano. Mas ainda assim todo o prédio tem um mala. Peça apenas que ele more 5 andares para cima ou prá baixo! Abraços!!

Gustavo

Simone disse...

Gente! o vizinho do Gustavo ganhou do meu....de todos os malas que eu já tive.

2much-ice disse...

Nossa, que coisa chata isso Simone. Credo, eu não saberia como proceder. mas quer saber?
Para de ficar com pena de pegar a roupa dela, tira mesmo e faça a sua parte nos seus dias.
Nossa que horror !!!

Bjs!

* Cibele & Junior * disse...

Oi Simone,
Olha vizinho incoveniente tem em todo lugar do mundo!! Qdo moramos ai por um ano a nossa vizinha de apto trabalhava a noite e chegava de madrugada com amigas e com namorado falando alto, rindo e me acordava varias vezes, mas nao perdi tempo e reclamei para a adm do predio.
Qto as roupas na maquina nao se preocupe é super normal tirar as roupas para usar a maquina. No predio que eu morava só tinhamos 3 lavadoras e 3 secadoras para o predio todo, entao era super comum eu chegar e terem tirado a minha roupa, como eu tambem tirava a deles qdo precisava.
Entenda uma coisa: quem faz media é brasileiro, canadense reclama na hora e sem fazer politica, entao bota a boca no mundo!
Boa sorte!
Bjs
cibele

Chocólatra disse...

Simone e Léo,
Orem e jejuem, peçam a Deus que aja nessa situação, não tem erro... Tem uma história de vizinhos problemáticos aqui no Brasil tb de uns conhecidos, eles oravam colocando a mão no muro do vizinho e com muita fé, na semana seguinte os vizinhos mudaram! Pra Deus nada é impossivel!
bjos

Luciana e Marcelo disse...

Simone !

Vizinho por vezes e muito complicado !!!!!
Minha familia sempre morou em casas e depois de uma experiência em apto (1 ano) voltamos para outra casa.
Quando fui morar em São Luis foi assim :
1 - em uma pensão,
2 - depois me casei e fomos para uma casa de fundos de um colega de serviçoi- ate ai tudo ótimo - e que por fim se tornou uma amigão nosso e nossa outra família (caso raríssimo)
3 - depois fomos para um apto ai o negocio começou a complicar (mais ou menos como os que voce citou)
4 - depois fomos finalmente para nossa casa propria em São Luis. Não satisfeitos voltamos para Brasilia para
5 - Aluguel em casa de fundos (terrivel morar em casa propria e "rebaixar" para o alguel novamente)
6 - por fim, em nosso apartamento proprio.

Como pode ver, uma jornada !!!! e nesse meio tempo, muito bons e maus vizinhos.....
Ate agora, sem problemas com os do apartamento e que assim se preserve.

Tenha paciência.... tenho certeza que vocês resolverão da melhor maneira possível.

abracos,
Marcelo

tolstoy disse...

Ironicamente eles são nativos...

Pergunta: é um casal de jovens? o que eles fazem?