O Canadá me Quer

"...A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim." Isaías 6:8

English or French quinta-feira, fevereiro 10, 2011

O Canada como todos os leitores deste blog já devem saber é um país teoricamente bilingue, teoricamente porque existem N discussões sobre isso que não vem ao caso, não tenho opinião a respeito. Aqui no lado inglês existem as escolas em inglês onde a criança vai ter francês como uma das matérias em algum ponto da vida escolar, ou a opção de estudar na escola que eles chamam aqui de imersão francesa.

Já falei em outros posts estava em duvida entre colocar a Lana numa escola em inglês ou francês. Em North Van a escola mais próxima da nossa casa (1 quarteirão) oferecia as duas opções e eu ficava sempre pensando em optar pelo francês. Na época minha duvida era se seria bom pra ela, por ela já ser bilingue, mas ainda estar desenvolvendo o vocabulário nas duas línguas. Quando estávamos olhando lugar pra morar aqui um dos fatores que me fez escolher a região norte da cidade foi que as escolas aqui tem notas melhores. E ai me veio de novo a duvida: Inglês ou francês?

Aqui eu conheci alguns adultos que estudaram na imersão francesa, e conversa vai conversa bem, estou quase decidida a deixar a Lana na escola em Inglês.

Fator numero 1 - Conheci 3 canadenses adultos que estudaram em escolas francesas e nenhum fala francês. Se o ponto em questão é a fluência na língua, já furou. Todos os 3 me falaram que por não ter ninguém pra conversar eles "perderam" o francês, se foi isso eu não sei. Eles falaram que conseguem entender o francês mais ou menos, mas não conseguem falar. A dona da daycare que a Lana frequenta tem as 2 filhas na escola de imersão, ela me falou que depende muito de quem é o professor, porque tem professor que fala 100% em francês, mas alguns não.

Fator numero 2 - O francês ensinado na escola não é o falado em Quebec. Hein? isso mesmo. Outro dia surgiu esse assunto na minha sala e o pessoal criticou muito o fato do francês ensinado nas escolas aqui não ser o mesmo falado em Quebec. Deram a entender que pra eles canadenses chegar em Quebec e soltar um francês diferente não é uma boa, rola uma discriminação, melhor falar inglês mesmo. (foi o que falaram)

Fator numero 3 - Tenho alguns colegas de sala que fizeram imersão francesa e agora estudam no mesmo curso que eu porque tem dificuldade pra escrever em inglês, escrever Essay. Agora como querem fazer um college em inglês estão correndo atrás. Não é regra os outros canadenses que eu citei fizeram faculdade em inglês sem problemas (me dei conta que conheço canadenses estudiosos kkkk). Um deles fala muita coisa errada, ele mesmo enumera os erros dele (por exemplo peopleS), mas falou que as notas dele em Ingles na faculdade foram ótimas mesmo assim kkkkk.

Apesar de não falar francês um desses adultos falou que se tivesse um filho colocaria na imersão. De acordo com ele é uma boa pois nos empregos públicos precisa-se ser fluente nas duas línguas, mas há controvérsias outra pessoa me falou que isso é pra emprego publico federal e olhe lá (dados de bate papo com canadenses hein! nada oficial). O outro me falou que vale a pensa porque ele por exemplo poderia ir pra universidade em qualquer lugar do pais, mas curiosamente ele fez faculdade em Calgary.

Eu adoro ouvir radio (assunto pra outro post), outro dia ouvi na radio que o governo de BC esta pensando em dar outras opções de línguas pros alunos escolherem alem do Francês nas escolas em Inglês. Tenho ate dia 03 de Março pra resolver, a vaga na escola em inglês já esta garantida. Sinceramente o que mais tem pesado pra mim e ver gente "lutando" com o inglês la comigo no meu curso. Acho que vou gastar um dinheiro a mais e pagar um curso particular de uma terceira língua pra Lana no futuro se for o caso, quem sabe mandarim kkkkkk.

Ai em baixo o cartao de aniversario que a Lana fez pro Leo. Leo esta escrito errado porque ela falou pra professora que o nome do pai dela ela sabia fazer sozinha, não precisava ditar as letras kkkkk

7 comentários:

K∂riиє* Smith. disse...

Mesmo com alguns contras -como o lance de emprego publico que vc colocou- eu optaria por ingles, criança bilingue tem facilidade natural para pegar uma terceira lingua, entao vai ser moleza pra ela depois entrar em um curso de frances.
Aqui na Irlanda passo pela mesma situação, entre colocar a Chloe em uma escola irlandesa ou inglesa...

Claudia e João disse...

Eu nem posso dar muito palpite no assunto mas aqui em Calgary, ninguem fala frances e pelo menos pelo que eu vejo das vgas de emprego, pouquissimas exigem que a pessoa seja bilingue :)

E o pudim ficou delicia (apesar dos pesares)!!

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Pois as minhas estão nas escolas com inglês. Acho que é a melhor decisão pra quem está no oeste como a gente.

E a vida segue...

Com o pé no Canadá disse...

Nós nem recebemos os pedido de exames ainda, não temos filhos...srsrsrs Planejamos ter nosso bbzinho no Canada e ja ficamos aqui confabulando sobre isso. Adoramos o post... nos levou a pensar em muitos pontos.

[]s, Sa

Lupatinadora disse...

Gostei do início do seu post, o Canadá é um país "teoricamente" bilingue. É bilingue só no Québec, no resto do país se não fosse pelos produtos com os rótulos em francês ninguém ia lembrar dele. Outro dia me ligaram pra uma vaga de emprego porque eu falo espanhol, nunca ninguém achou ruim o fato de eu não falar francês aqui em TO.

Esse assunto de escola bilingue também é muito discutido em SP. Meu marido que é pedagogo sempre fala, o mais importante é a escola como um todo, professores, ambiente etc. Para aprender uma 2a língua sempre há a opção de uma escola de francês depois.

A decisão realmente não é fácil. Boa sorte!

Gleydson disse...

Na minha humilde opinião não solicitada, acho que quanto mais melhor. Se a Lana se interessar pelo assunto, vai ser bico pra ela aprender a 4a língua, 5a, 6a...

Aprender outro idioma é fazer novas associações nos miolos. E isso nunca é demais. ;-)

Beijos!!!

Unknown disse...

Meu namorado eh canadense e estudou em frances em calgary. Ele eh perfeitamente proficiente em ingles. E como morou 6 anos no quebec tbm e' em frances. Bom eu moro em quebec e se morasse em outra provincia colocaria em escola francesa. Se a crianca mora em um "environment" na lingua inglesa ela vai aprender os dois. O importante e' que os pais definam uma lingua para falar com a crianca. No caso a lingua mae e' a mais recomendada pelos linguistas, pois a mae acaba transmitindo os erros e sotaque para a crianca. Boa sorte na sua decisao! Qualquer duvida sobre recomendacoes cientificas pode mandar um email. Estou fazendo uma materia de bilingualismo na Mcgill University ;)
desculpe pelo longo comentario !