O Canadá me Quer

"...A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim." Isaías 6:8

O inevitavel aconteceu! quarta-feira, julho 01, 2009

Ai gente acabei de passar por uma aqui que eu achei que já não ia passar a essa altura do campeonato.

To aqui na sala com o note no colo lendo algumas coisas, o Léo me entra na sala e cochicha, a Lana quer saber cade o "computador" dela, nesse momento ela entra com uma carinha de chateação e o Léo a pega no colo, e fala, vamos conversar nós três aqui.

Eu viro pra ela e pergunto: O que aconteceu? O que você quer?
Ela debrussada no ombro do pai responde: Eu quero meu "picatador" (entenda computador)
A mãe já em estado de choque pós-pergunta dificil responde: Lana, nós não viemos pra outra casa, o outro quarto... antes de continuar ela vira e fala: Eu quero meu quarto da "bololeta" (entender borboleta). Aí meu coração cortou, acabou minha explicação, como a mãe é uma manteiga derretida, o pai já levou a criança pro quarto e foi falar pra ela, que compraria outro. O "picatador" é um desses notebooks de brinquedos, e o pior que estava quebrado, mas ela ainda brincava com ele.

Antes de levá-la pra sala, ele já tinha falado pra ela que ia comprar outro, um da cinderela ela prontamente respondeu: Não quero outro, quero o da rosa (entender quero o meu rosa).

Todo o antigo quarto dela tinha borboletas, na parede, nas cortinas, tinha uma pintura na parede, feita pelas tias (artista plastica e arquiteta). Não dá pra eu reproduzir aqui, por dois motivos, as minhas artistas estão no Brasil e eu não posso pintar um quarto que não é meu, alugado.

Mais tarde um pouco o Léo conseguiu falar pra ela, que depois compraria outro e tal. Ai como é dificil essas pequenas coisas, aliás pra mim o dificil são essas, pras outras as vezes até grandes, a gente vem super hiper preparados. Detalhe é que eu trouxe um monte de brinquedos dela.


Quarto das borboletas

6 comentários:

Marilia disse...

Minha filha falou e perguntou quase que 1 ano inteiro..."qdo vamos para casa?" pque meus amigos nao aparecem aqui em casa?" (estava no maternal no Brasil). foi de amargar, viu ? Ate que levei ao brasil para um reconhecimento e ela teve dificuladde para falar portugues. Mas falava :" mae, eu lembro daqui"!!

Esta fase passou. Agora ela acha que o Canada eh o pais dela, mas lembra do brasil como um lugar especial de ferias..

te prepara que vem mais coisas por ai...abcos

Chocólatra disse...

Ai que dó.... tadinha!
Mas acho que isso faz parte, ela tava achando até agora que era férias, tudo alegria, de repente, percebeu que queria o cantinho seguro dela e que ela não tem mais...deve ser uma mudança e tanta pra criança!!! Que Deus dê muita sabedoria pra vcs!
Bjkas

Marilena disse...

Eu me preocupei muito com estas coisas e trouxe muitos (muitos) brinquedos deles. E deixei-os escolher tudo, participar de tudo, colocar na mala e ir guardando e um armário as coisas que íamos buscar mais tarde. Por enquanto eles não reclamaram e nada, mas perguntam de vez em quando da familia: querem saber quando alguem vai vir aqui nos visitar ou quando vamos para a casa brasil visitar a familia.
É dificil e complicado, eu fico com o coração partido mas a verdade é sempre a melhor opção para conversar com eles. Fique tranquila que eles conseguem entender as coisas sem sofrer.
Boa sorte

2much-ice disse...

Ai, eu fiquei com os olhos cheios d'água.
Eu fico imaginando essas coisas enquanto não vou e sinceramente eu acho que um papo aberto realmente é a melhor opção.
Aguenta Si, porque irão aparecer mais momentos desses. Aos poucos também ela vai esquecendo.

Força ai!

Ninha

Gleydson disse...

Que coisa mais fofa!!!

O Léo nos contou esse "causo" ontem. Criança 'tá sempre surpreendendo a gente, né?

Beijos pra vocês!

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Ai que dor no coração. Mas tudo vai dar certo.

E a vida segue...