O Canadá me Quer

"...A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim." Isaías 6:8

Blogagem Coletiva: O Dia Internacional da Mulher segunda-feira, março 07, 2011



Este post é um post extra do grupo de mães internacionais que fazem blogagem coletiva pra falar das diferenças em vários países do mundo. Também marca o lançamento do site mães internacionais.

O Canada é um pais multicultural, mas multicultural de verdade, você encontra restaurantes do mundo inteiro, ouve diferentes línguas nas ruas e nas grandes cidades conhecer um nativo e tarefa árdua. Depois que me mudei pra uma cidade pequena comecei a conviver mais com as nativas e confirmar o que já tinha visto mesmo em Vancouver onde não se vê tantos nativos como aqui e vou falar um pouquinho dessas mulheres.

Uma das grandes diferenças que notei entre a mãe canadense e a mãe brasileira é que as canadenses são mais "Zen" mais tranquilas. Isso faz parte da cultura, as crianças são mais soltas, elas cuidam sim dos filhos, não me entenda mal, só que nós brasileiras seguramos mais. Nós temos um tal de "Não sobe ai" " Não pula dai" "Ta frio, não brinca lá fora" esse ultimo então não existe por aqui. Elas deixam as crianças soltam aproveitando o que a natureza tem pra oferecer.

Aqui as mães e crianças frequentam os parquinhos com frequência, coisa que não podemos fazer no Brasil, não temos parques como os daqui e nem a segurança daqui, infelizmente.

Outra diferença grande é que as canadenses que escolhem ter filhos, muitas simplesmente não querem ter filhos, não se preocupam com a volta ao mercado de trabalho. Elas priorizam a familia, cuidar dos filhos. Claro que a licença maternidade daqui é amiga, 1 ano pra cuidar do rebento. É comum a mulher nem voltar ao trabalho depois de 1 ano, esperar o filho crescer mais um pouco, ter os outros filhos e voltar pro mercado de trabalho quando o caçula faz 5 anos e vai pra escola.

As mulheres daqui são chegadas numa make up, aí você pensa , em todo lugar. Se comparadas com nós brasileiras a diferença é grande, não é uma maquiagem simples e leve. Pra ir pra escola ou pro trabalho, é serviço completo, no começo eu estranhei agora já to acostumada e quem sabe não entro na dança também.

Falei muito por alto da mulher canadense, mesmo porque mulheres são seres complexos. Apesar de vermos no dia a dia tanta diferença, é fácil achar muitas similaridades no modo de pensar, no modo de agir, no modo de cuidar. Todas iguais tão desiguais.

Um Feliz dia internacional pra todas as mulheres. Em especial pras brasileiras espalhadas pelo mundo e unidas no site Mães Internacionais.

Quer saber o que algumas delas tem a dizer sobre o dia internacional da mulher, escolha o país e boa leitura.

Argentina – Neda www.casinhadesape.blogspot.com
Australia.-.Livia http://viagensdeumamaedeprimeiraviagem.blogspot.com/
Canada - Simone www.ocanadamequer.blogspot.com
Estados-Unidos – Paula http://nywithkids.blogspot.com/
França- Ana Paula: http://journalbebe.blogspot.com/
França- Carina: http://www.carrego-no-pano.com/
Holanda – Ingrid: http://familyaround.wordpress.com/
Indonésia – Maria Clara http://meumeninotigre.blogspot.com/
Inglaterra – Carol P: http://motherlovedatabase.blogspot.com/
Inglaterra – Claudia: http://filhos-bilingues.blogspot.com/
Irlanda – Nivea: http://www.niveasorensen.com/
Irlanda – Karine : http://www.kaentrenos.net/
Itália – Daniela: http://mamaesnaitalia.com/
Itália – Joice: http://www.avidadagravida.blogspot.com/
Mónaco – Roberta: http://betinhazinha.com/


8 comentários:

K∂riиє* Smith. disse...

A sua descrição a respeito das mães canadenses se parece muito com a impressão que tenho sobre as irlandesas...e pra ser sincera, esse jeito me contagiou, sou muito mais tranquila...
Que seu dia seja lindo e feliz!

x

Clarinha disse...

Estou gostando de participar dessa blocagem internacional. Nos deparamos com posts tão diferentes um do outro! O Canadá é muito legal. Morei aí um tempinho e guardo lembranças muito boas!
Abraços aqui de Jacarta.

Neda disse...

Simone, espero que um dia as mulheres no Brasil possam escolher ficar em casa com os filhos, sem se preocupar com a volta ao trabalho e as inumeras perguntas. E quando decidir voltar ao mercado de trabalho ninguém vai achar ela velha e desatualizada. Vão haver programas de recolocação no mercado de trabalho e cursos de aprimoramento enquanto o emprego não chega. Já pensou que bom?
Bjs e Feliz Dia Internacional da Mulher.
Neda

Nivea Sorensen disse...

Simone,
Seja bem vinda ao projeto. Eu concordo com o comentário da Karine.
Um beijo
N.

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Parabéns a vocês mulheres por mais um dia de vocês. E obrigado por tudo.

E a vida segue...

Odívia Barros disse...

Olá! Tudo bem?

Adorei o seu blog! Acabo de lançar um livro infantil e com isso estou conhecendo essas mamães blogueiras maravilhosas. Segue link da FOLHA sobre o livro infantil de minha autoria, SEGREDO SEGREDÍSSIMO. Acredito que o tema interesse às mães que acompanham o blog. Precisamos alertar e orientar as nossas crianças sobre os riscos da pedofilia.

http://www1.folha.uol.com.br/livrariadafolha/883919-livro-infantil-explica-riscos-da-pedofilia.shtml

Beijos,

Carine disse...

Simone, achei lindo teu post! Minha amiga canadense é bem assim mesmo, deixa a criança viver sua vida e sem estar em cima toda hora.E ela deve ser uma exceçao nunca vimos maquiada. As francesas tb adoram um make up, mas em pais frio é outra coisa né, nao da aquele suadoro rsrsrs. beijos no coraçao e parabéns pelo teu dia e que todo dia seja belo!
Carine
ps coloca o meu link, merci:)

Dani disse...

Simone, legal conhecer um pouco mais das mulheres do canada. Aqui na Italia as pracinhas sao bem usadas tb, tem varias e agora q escurece mais tarde, as 16h estao sempre cheias de crianças. Adoro. E' um privilégio p nòs morarmos aqui.
bjao