O Canadá me Quer

"...A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim." Isaías 6:8

Diferenças culturais no dia a dia sexta-feira, agosto 12, 2011

Fluência e comunicação em um idioma esta longe de ser simples tradução, envolve expressões e CULTURA. Atualmente se fala em pessoas biculturais, só bilingues é coisa do passado. Nesses dois anos e pouco aqui passamos por vários episódios engraçados do dia a dia, um coisa normal no Brasil pode ser uma falta de educação aqui, e vice versa, um dia vejo se fala do "vice e versa" (não sei se quero escreve sobre arrotos).

Essa semana aconteceu na igreja que estamos frequentando uma colonia de ferias, foi de segunda até hoje de 9:00 as12:00. Como já falei aqui no blog por aqui nós imigrante somos minoria, minoria mesmo. No primeiro dia me sentei  na entrada do "camp" e fiquei dando um tempo antes de sair pra malhar. Enquanto estava lá uma das mulheres que estava trabalhando na colonia puxou assunto comigo e me perguntou qual igreja eu frequento, eu respondi "essa" ela continua perguntando "Há quanto tempo?" eu respondi "uns 7 meses". A mulher ficou muito envergonhada por não me conhecer ainda, me deu o telefone dela, pegou o meu, e falou "Vamos combinar alguma coisa".

No outro dia ela me entrega um papel escrito  "Quinta, as 19:00, visita" com o telefone dela de novo, e pede pra eu confirmar. Eu li e pensei "Será que ela vem nos visitar?" Mostrei o bilhete pro Leo e ele falou  "É, ela ta vindo nos visitar". Eu peguei o nosso endereço e levei pra ela. Quando eu entreguei o papel com o nosso endereço, essa mulher ficou roxa, perdeu o ar, e falou "Eu estou te convidando pra vir na minha casa, eu nunca me convidaria pra ir na sua casa" como se isso fosse o fim do mundo kkkkkk, e eu disse pra ela  rindo "Como eu ia saber não sou canadense, você escreveu quinta as 19:00 visita"  e todo mundo ao redor começou a dar muita gargalhada, uma das amigas dela, olhou pra mim e falou morrendo de rir "Você já estava pensando, oh! meu Deus tenho que arrumar a casa, canadenses doidos" Passado o susto ela fala "Faz sentido, da  próxima vez escrevo direito".

Fomos na casa dela e foi uma visita muito agradável, com direito a torta de morango, risada e piada interna né, quando eu disse "da próxima vez na minha casa" eles logo responderam "Nos vamos ter que nos convidar?"

5 comentários:

Diário Canadá Brasil disse...

Kkkkk, muito bo a história...
acontece mesmo dessas coisas.

César, Valéria, Lara e Anaclara disse...

Hahaha. Essa é daquelas pra nunca esquecer.

E a vida segue...

Mariane disse...

Oi Simone! Que bom que vc. me entende, né? Vida de blogueira não é fácil,rsrsrs, pode passar sim meu contato p/ seu amigo, posso dar dicas aqui de Québec com o maior prazer! bjos e sucesso p/ vcs. aí do outro lado!:)

Lu Azevedo disse...

Ei Simone!

Ótimo post, eu ja tinha lido quando vc postou, mas comentar que é bom, nada né? Eu, outro dia saí com minhas duas tutoras de ingles pra uma conversação mais informal num pub. Mas chegando lá, elas estavam morrendo de fome, e eu não, pois aqui nossa refeição principal ainda é o almoço e na janta não como quase nada. Daí foi aquele constrangimento... Me saí bem dizendo que eu não estava comendo por causa dos enjoos da gravidez, mas mesmo assim elas não acharam legal comer enquanto eu bebia suco... :)

E obrigada por me dizer que o negocio do desfralde era aquele mesmo. Tenho lido tanto de crianças que de um dia pro outro passam a pedir pra ir ao banheiro, que já estava ficando impaciente de esperar isso acontecer! Agora tô mais tranquila!

Beijos!

Lu

Ana disse...

Ai, ai, a gente dá cada furo, né? Mas faz parte! Que legal que o povo daí é mais próximo, né? Talvez por ser cidade menor, sei lá.

Saudades de vocês, viu? Planos de visitar o mainland? ;)