O Canadá me Quer

"...A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então, disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim." Isaías 6:8

Quem Pediu com Emoção? domingo, setembro 11, 2011

A ultima sexta, foi um sexta com emoção. Pra começar o dia, logo cedo eu tinha que dar uma aula que estava me deixando um pouco ansiosa, eu ia substituir uma professora na academia. Na sexta anterior eu havia ido até lá "sentir" como era a turma, a professora titular dá aula pra essa turma ha muito tempo, super energética, nativa. E as alunas também super condicionadas e nativas. Da sim um medinho, em Vancouver por exemplo, pra todo lado você vê imigrantes por aqui não é bem assim, e estar na frente de uma turma, falando o tempo todo, corrigindo, explicando e ainda com cara de " vamos lá galera" é TENSO.

Fui pra academia bem mais cedo, arrumar tudo e não consegui ligar o som, imagina que TENSO, chamei a menina da recepção e ela também não sabia, o gerente não estava lá. Respirei fundo e pensei, faço sem musica. Aí a menina volta falando que havia ligado pra coordenadora, aiaiai comecei mau. A coordenadora chegou, eu pedi desculpa e falei que eu não queria ficar mexendo no som (que é todo cheio de esquema). Ela falou "Tudo bem, não me importo de vir ajudar" e assim que eu comecei a aula fui relaxando, me sentindo mais a vontade. No fim pedi feed back, e duas alunas vieram falar comigo, foram só elogios, quem não gostou teve a chance de reclamar, já que ninguém o fez, eu fiquei super feliz.

Saindo de lá voltei pra casa pra arruma a Lana pro segundo dia de escola, o programado era 12:30 as 2:30, vejo um recado no meu telefone, e é da escola avisando que resolveram mudar pra 12:00 as 2:00, lá vai eu correr pra dar conta do recado e chegar as 12:00. Detalhe é que eu já havia marcado um reunião pro mesmo horário que a Lana estaria na escola, TENSO. Deu certo chegamos na escola na hora.

Lá vou eu pra minha reunião, é um processo pra um trabalho que parece ser muito legal, na minha área, fiquei lá um tempão esperando, afinal estava adiantada. Quando o cara chegou já tive que avisar que teria que sair mais cedo e expliquei o porque,TENSO. Eu havia confirmado o horario com ele na quinta a noite e na sexta já mudo tudo.

Saindo de lá checo meu telefone e vejo uma mensagem do Leo "O que você tanto temia aconteceu, terremoto na ilha, você sentiu alguma coisa?" Como assim? Graças ao bom Deus, não senti nada. O Léo também não, como estava bem perto da escola da Lana, fiquei tranquila. Chegando lá as crianças estavam brincando no parque do lado de fora e as cadeirinhas também estavam fora da sala, a escola havia sido evacuada. Os pais todos comentavam o ocorrido, mas todo mundo dizia que não havia sentido nada, muitas pessoas que vivem na grande Vancouver e até mesmo em Seattle sentiram o abalo.

Apesar de vários momentos de tensão, no final tive um sexta muito boa, com saldo final positivo. No final de um dia como este é que vemos como é importante não parar no momento do medo, seguir em frente. Claro que antes de mais nada, orar e entregar pra Deus. E é a Ele que eu agradeço.

3 comentários:

Lara Gabriela disse...

Pode relaxar que com sua capacidade e competência você vai tirar todas de letra. Parabéns.

E a vida segue...

Ma disse...

Nossa, Simone, TENSO mesmo!!!!!!
E como foi a sua reunião??
Espero que consiga o que almeja.
Grande abraço e tudo de bom sempre!!!!

Ana disse...

Eu continuo na torcida pra tudo dar certo ai! Legal que o povo gostou da tua aula, ne? Bjs!